Atalho Image Map

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Imagine Hot - Dark (Niall Horan)

Boy Niall Horan.
Nome: Punição
Classificação: +16
Gênero:  Dark
Aviso:  insinuação de sexo. Fanfiction não feita por mim, mas achei ótima e resolvi postar.
Créditos: Lady little sassy



Música alta, pessoas por todos os lados, um forte cheiro de bebida e cigarro. Normalmente eu não ia em festas, ainda mais nas festas das irmandades. Achava ridículo como aquelas pessoas bebiam, faziam besteiras e ainda assim se achavam o máximo. Mas o que a gente não faz por uma amiga, não é?
Sarah já estava me irritando de tanto que andava de um lado para o outro no pequeno espaço entre a escada e o corredor.
-Será que ele vem? - ela perguntou, mordendo a beirada do copo vermelho de plástico.
-Você não disse que “com toda certeza ele irá na festa”? - revidei, suspirando.
-Sim, mas agora estou com dúvida. Quem sabe ele arranjou outra …
"Bem típico do Josh", pensei. Eu ainda não entendia o que ela via nele. Tudo bem, ele era bonito, mas era o maior canalha da face da Terra. E em falar em canalha ….
Lá estava ele, vindo em nossa direção. Com uma calça jeans largada e sua regata branca. Me surpreendi ao ver a falta de seu boné, já que ele sempre usava o mesmo. Seu cabelo loiro, seus olhos claros … tão bonito, mas tão idiota.
-Niall, você viu o Josh? - Sarah perguntou.
O garoto parou bem na sua frente, dando mais um gole em sua bebida e balançando a cabeça negativamente. Pude ouvir Sarah suspirar, o que me fez revirar os olhos.
-Se eu fosse você não esperava por ele. Tem outros caras por aí, bem melhores que aquele babaca - Niall disse, passando a ponta de seus dedos sobre o ombro de minha amiga.
Eu não podia acreditar no que estava vendo. Ok, deixa eu tentar explicar. A exatamente dois meses atrás, Niall e eu ficamos. Foi coisa do momento, sabe? Até que ele me trocou por outra loira peituda do curso de moda. Maravilha. Ah, Niall também era melhor amigo de Josh, o namorado, ou ex, de Sarah. Eu realmente não entendia a situação deles. Uma hora terminavam, outra voltavam … era uma confusão. E agora o meu “ex ficante canalha que me trocou” estava cantando a minha melhor amiga, que também era namorada do seu melhor amigo, bem na minha frente? Só podia ser uma piada.
-Com certeza, mas você não está entre eles - respondi, deixando Sarah sem fala.
Niall logo me encarou atentamente, passando seus olhos sobre o meu corpo. Ele abriu um sorriso de canto, o que, contra a minha vontade, teve um certo poder sobre mim.
-, nem te vi aí. - ele disse, aumentando ainda mais seu sorriso - Quanto tempo. Você está linda.
"Era só o que me faltava", bufei.
-Sabe Sarah, acho que eu vi sim o Josh lá na cozinha … - Niall continuou, sem tirar os olhos de mim.
Antes mesmo que eu pudesse dizer alguma coisa, lá se foi minha amiga, me deixando sozinha com Niall.
-Então, , como você está?
-Você realmente quer saber? Puxa, estou ótima. Ainda mais depois de ser trocada por um par de peitos maiores. Incrível - respondi com ironia. -E se me dá licença …
Já ia saindo quando um dos braços de Niall impediu minha passagem, me fazendo o encarar.
-Espera aí, vamos conversar.
-Conversar sobre o que, Niall?
Ele deu de ombros, olhando fundo em meus olhos. Eu sabia exatamente o que ele estava fazendo. Tenho que admitir, ninguém resiste aos olhos dele. De verdade. E eu o odiava por isso. Ou melhor, me odiava por ser fraca demais.
-Ok, mas só por alguns minutos. Eu tenho que ir embora cedo - disse em um suspiro.
Niall abriu um sorriso, subindo as escadas enquanto agarrava minha mão. Não, ele não entrelaçou nossos dedos. Ele simplesmente segurou meu pulso e me puxou. Já comecei a me arrepender por aí.
Chegamos em um quarto no segundo andar da casa. Niall abriu a porta com facilidade, mesmo eu achando que aquela estava trancada. Demos de cara com um casal se agarrando na cama, o qual foi expulso por Niall.
-Caiam fora - ele falou, apontando para o corredor.
Para minha surpresa eles foram mesmo. Pegaram os casacos e blusas no chão e saíram correndo. Logo depois, Niall fechou a porta, trancando-a.
-Por que eles te obedeceram? - perguntei.
-Eles sabem que não podem mexer comigo.
Me segurei para não revirar os olhos. De verdade, o que o Niall podia fazer contra eles? Inventar um boato na faculdade? Mesmo com aquele ar de “fodão” Niall era inofensivo. Era o que eu achava …
Ele caminhou em minha direção, mancando.
-O que aconteceu?
Niall olhou para baixo, encarando seu pé direito.
-Nada não, foi só uma briga.
Assenti, me sentando na cama. Logo depois ele se sentou ao meu lado, colocando uma de suas mãos sobre a minha coxa. Tentei afastar minha perna de seu toque, mas foi quase impossível. Uma parte era minha culpa, já que não via um problema enorme por causa disso. Outra parte foi por Niall, que realmente segurava minha perna com força, me impedindo de sair dali.
Ficamos em silêncio. Eu não sabia o que dizer. Quer dizer, estava ali porque o Niall disse que queria conversar comigo. Pelo visto ele não estava querendo bater nenhum papo.
-Niall se você não falar o que quer eu vou embora. - disse, ajeitando o meu cabelo.
Ele apenas continuou me olhando, respirando fundo. Seus olhos se fecharam ao mesmo tempo que ele inspirou fortemente. Depois que ele abriu os mesmo vi como estavam vermelhos. Não, ele não estava chorando. Era sangue. Seus olhos estavam vermelhos de sangue, como um animal quando está com raiva ou fome.
-Niall, você está bem? - perguntei, com um certo pavor ao olhar para ele.
Sua respiração era pesada. O ar saía e entrava pelas suas narinas com intensidade. Sua mão em minha perna me apertava cada vez mais. Seus olhos famintos examinavam minha boca, descendo pela minha mandíbula e depois pescoço.
-É sério, Niall. Você está me assustando! Me diz logo o que você quer - falei, com minha voz mais alta e apavorada do que eu pretendia.
Ele olhou fundo em meus olhos por alguns segundos, subindo sua mão pela minha cintura.
-Você. - Niall respondeu, me agarrando logo depois.
Suas mãos apertaram meus ombros, empurrando meu corpo contra a cama. Deitei, sem saída. O corpo de Niall estava sobre o meu, impedindo de me mover. Não demorou muito e eu senti sua boca depositar um chupão em meu pescoço, o que foi mais desconfortável do que prazeroso.
-Niall, o que está fazendo? - perguntei desesperada.
Tentei me mover, mas isso não adiantou. Já era tarde demais …
Senti os dentes de Niall morderem a pele de meu pescoço com força, me fazendo gemer de dor. Podia sentir minha pele queimar enquanto o sangue escorria. O mesmo logo foi limpo pela língua de Niall, que não se importou nem um pouco em saborear aquilo.
Minha visão foi ficando turva e única coisa que eu conseguia pensar era “o que está acontecendo?”. Aos poucos a dor foi sumindo e tudo ao meu redor, desaparecendo. Uma das última coisa que eu enxerguei foi os olhos vermelhos de Niall, me encarando com tamanho desejo que me causou arrepios. Ele sorriu, mostrando suas presas sujas de sangue. Meu sangue.

Niall povs:
Ela ficava ainda mais bonita daquele jeito, desacordada. Seus olhos fechados e seu corpo relaxado logo abaixo do meu. Sentia que tinha todo o poder sobre ela. Finalmente poderia saborear de seu sangue e sua pele. E bem, ela era deliciosa.
Depois de tanto tempo tentando me controlar, a situação começou a ficar difícil. Sempre que a via sentia o cheiro de seu sangue exalando fortemente, e a vontade de prova-lá crescia ainda mais. Mas era muito complicada. Ela nunca me deu o prazer de se deitar na cama comigo. E infelizmente meu desejo falava mais alto. Estava com fome, muita fome.
Depositei um beijo em seu pescoço, bem em cima do local aonde eu tinha mordido. O gosto de seu sangue ainda estava ali, pouco mas estava. Senti minha pele se arrepiar, deixando que meus dedos agarrassem sua cintura com força.
-Sabe , você é bem melhor do que todas lá fora. Você é muito mais gostosa. Não vejo a hora de te provar por inteiro - sussurrei.
Sabia que a mesma estava desacordada, por isso rocei minhas presas em seu machucado novamente, a despertando com um gemido de dor. Não tinha nenhuma graça se ela não estava lá para ver e sentir o que ia acontecer.
Seus olhos me encararam com pavor, cheios de lágrimas. Sentia seu medo, e isso só aumentava o meu desejo.
-Niall, o que está fazendo? Sai de cima de mim, por favor - ela implorou, com sua voz manhosa. - O que fez comigo?
levou sua mão até o pescoço, tocando com seus dedos delicados bem em cima de seu machucado. Passei a língua em meus lábios, ainda sentindo seu gosto em minha boca.
-Você é deliciosa, de verdade - falei, sorrindo de lado.
Ela logo arregalou os olhos ao ver minhas presas, fazendo o máximo possível para sair dali.
-Não adianta tentar fugir. Sou muito mais forte que você, admita.
bufou em resposta, passando a me dar tapas.
-Me solta seu idiota. O que pensa que está fazendo comigo? - ela esbravejou, mais apavorada do que irritada.
-Não parece obvio. Eu não consigo me controlar por tanto tempo, . Uma hora ou outra isso iria acontecer. Eu estava faminto.
Não deixei que ela respondesse. Logo selei nossos lábios com ferocidade, passando minha língua por cima de seus lábios. Ela tentou resistir mas depois acabou se entregando. Seus lábios chuparam os meus com intensidade, o que me fez sorrir entre o beijo. fez uma careta ao sentir o gosto de seu sangue em minha boca, afastando meu corpo com sua mão.

povs:
Eu não entendia o que estava acontecendo. Ok, talvez eu tivesse minhas hipóteses, mas realmente não queria acreditar naquilo. Parecia tudo tão …. impossível. Como se eu estivesse dormindo. Como se tudo aquilo fosse um sonho. Ou um pesadelo. O pior de tudo era que eu não sabia se gostava daquilo ou não. Eu seria louca se dissesse que estava gostando?
-Apenas fique quieta - Niall disse, passando suas mãos pela lateral do meu corpo.
Resolvi obedecer. No momento eu nem ligava para o que estava ou iria acontecer. Não pensei em fugir ou tentar sair dali. A partir daquele momento me entreguei totalmente a Niall, como se ele estivesse me hipnotizando. Eu apenas deitei minha cabeça contra a almofada da cama e respirei fundo, sentindo seus lábios traçarem uma trilha de beijos pelo meu pescoço e ombro.
Seus beijos desceram até o meu pulso, aonde ele afundou suas presas mais uma vez. Mas dessa vez foi diferente. Ao contrário de uma dor eu senti um prazer enorme. Um arrepio passou pelo meu corpo, me excitando de uma tal forma, como eu nunca havia sentido antes.
-Hm, Niall - gemi baixo, agarrando o lençol da cama.
Vi o mesmo sorrir, enquanto brincava com a barra da minha blusa. Seus dedos ameaçavam levantar o pano, tocando minha barriga com delicadeza. Ele descobriu um pedaço, abaixando a barra da minha calça ao mesmo tempo, deixando exposto um bom pedaço da minha cintura.
E lá foi ele, mordendo minha pele mais uma vez. Arqueei minhas costas, sentindo o prazer me dominar novamente. Aquilo era tão bom. Simplesmente inexplicável.
Niall continuou descendo minha calça, desabotoando a mesma e a abaixando junto com minha calcinha. Na hora eu nem me importei de ficar quase nua na sua frente. Eu estava totalmente envolvida com suas carícias. Se eu posso chamar aquilo de “carícia”.
Niall passou suas mãos pela minha coxa. Apoiei meus cotovelos na cama, observando-o atentamente. Seus olhos me encaravam com o mesmo desejo que eu sentia dele. Niall abaixou o rosto, ainda com seus olhos nos meus, passando sua língua sobre minha intimidade. Gemi um pouco mais alto, abrindo minhas pernas instantaneamente.
Mordi meu lábio ao sentir sua presa tocar naquele local tão delicado. Fechei meus olhos, respirando fundo e esperando por aquele sentimento tão prazeroso. Mas a falta dele me fez despertar.
Abri meus olhos e encarei Niall com um sorriso no rosto, me olhando maliciosamente.
-Não quero que você morra de prazer, babe - ele disse, tocando meu clitóris com seu dedo.
Suspirei. Pensei que talvez, aquele fosse o melhor jeito de morrer. Antes que eu pudesse falar alguma coisa, senti os dentes de Niall morderem a parte interna de minha coxa, perto de minha virilha. Ao mesmo tempo, seus dedos me invadiram, três de uma vez. Não me segurei e soltei um grito de prazer, me contorcendo na cama com os espasmos.
-Ah, Niall. Isso é tão bom - gemi manhosa, agarrando seu cabelo com força - Awn meu deus, ah!
Niall depositou um último beijo sobre o local machucado. Logo depois ele tirou sua mão de minha intimidade, começando a retirar sua própria roupa.
Eu ainda estava extasiada após aquele momento de prazer. Mas ao mesmo tempo, queria mais. Queria poder ter Niall dentro de mim. Agora quem estava faminta era eu.
Admirei seu corpo nu, passando minha língua sobre os lábios com desejo. Sorri maliciosa, me apoiando em meus cotovelos.
-E o prato principal …. - ele disse, retribuindo meu sorriso malicioso.
Niall segurou em meus joelhos, abrindo novamente minhas pernas. Ele se deitou sobre meu corpo, sem tirar os olhos dos meus. Vi o mesmo tocar seu membro umas três vezes antes de me penetrar, se posicionando em meu meio.
Cravei minhas unhas em seus ombros, me preparando para aquele momento. Joguei minha cabeça para trás ao sentir seu pau me invadindo com força, preenchendo minha vagina por inteiro.
-Hm, Niall - gemi baixo, mordendo meu lábio inferior com prazer.
-Sabe , você nunca deve deixar seu pescoço exposto para um vampiro - ele disse, com sua voz pesada e rouca.
Não demorou muito para eu sentir sua boca sobre minha pele, selando beijos e mordidas leves. O que era bem diferente de suas estocadas, fortes e brutas.
Meu corpo balançava na cama, subindo e descendo de acordo com as investidas de Niall. Eu até poderia reclamar da dor leve que eu sentia por causa da força em que seu membro me penetrava, mas o prazer falava muito mais alto.
-Awn Niall. Vai, isso! Mais rápido - implorei, choramingando.
Não importava o quanto ele estava indo fundo, o quanto ele estava indo com força e rapidez, para mim, sempre seria pouco. Eu estava ficando um tanto quanto viciada nele. Sempre querendo por mais e mais ….
Abri meus olhos e encarei as duas órbitas azuis que me admiravam com desejo. Seus olhos me encantavam. Eu já não conseguia olhar para outra coisa a não ser eles. Ele me olhava com tanta … paixão. Era impossível eu ignorar aquilo. Impossível tirar meus olhos dele, nem que seja por um segundo.
Enquanto eu estava naquela transe com os olhos de Niall, senti meu ápice se aproximar, me fazendo gemer ainda mais alto. Ele também solto um gemido baixo, o que me arrepiou.
-Oh, . Você é tão gostosa - ele disse entre gemidos, encostando sua testa na minha.
Mais algumas estocadas e eu senti o tão esperado orgasmo me atingir em cheio. O sentimento de prazer foi tão forte e tão intenso. Abri minha boca para soltar um gemido, o qual foi abafado pelos lábios de Niall. Nosso beijo foi um pouco atrapalhado, devido aos nossos gemidos e respirações, mas foi totalmente quente e excitante.
Deixei meu corpo relaxar na cama, sentindo o mesmo pesar de cansaço. Niall beijou minha testa, saindo de dentro de mim e se deitando ao meu lado. Estava tão cansada que mal conseguia manter meus olhos abertos. Uma das únicas coisas que consegui ver com nitidez foi a mordida em meu pulso, vermelha e com um pouco de sangue.
-Vai ficar tudo bem. Não mordi tão fundo - Niall falou, passando a ponta de seus dedos sobre a minha barriga.
Assenti com o máximo de esforço que consegui, vendo um sorriso torno nos lábios de Niall antes de adormecer.
-Descanse, . Porque isso foi apenas o começo … - ele sussurrou.

9 comentários:

  1. Mais um imagine perfeito assim como o Fuck you all time! <3
    Sou sua fa numero 1

    Ass:emanuelle
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. O Hot dos sonhos <3

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus! Niall era um vampiro! Amei o imagine

    ResponderExcluir
  4. Tem como não te amar? Passa seu face pls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oh meu Deus que fofa, mas infelizmente eu não sou muito de redes sociais sabe? Sou meio ocupada (faculdade), e decidir deixar as redes sociais de lado. A única coisa que me tira do estresse é quando começo a escrever para vocês, assim o tempo passa e se tornou um hobe meu.

      Excluir
  5. Oh Mds q perfeito ����
    Maravilhoso ta de parabens������
    Sou apx em vampiros e no Niall ent ta perfeito ����
    Posso te pedir uma coisa? (sou nova aki ja ando pedindo coisas kk desculpa��)
    Faça uma fanfic do Niall vampiro ��������seria tao perfeito ,maravilhoso
    ~Bjus ,pensa no assunto ai em cima ��,vc escrevem bem continuem assim kk,ja amo vcs �����������,,

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo, amei faz continuação fico top!!!

    ResponderExcluir

✖ Sugestões e críticas são bem vindas.
✖ Caso o script interativo não esteja pegando, informe, por favor.