Atalho Image Map

terça-feira, 20 de maio de 2014

OneShot (One Direction) - The revelations


Duas pessoas totalmente opostas, que sempre discordavam um do outro gerando brigas entre si fazendo com que muitos pensem que se odeiam. Mas como dizem, os opostos se atraem, e no fundo é apenas isso. Atração, desejo, paixão, talvez ate amor que serão revelados em uma noite, uma noite de festa no pijama, tudo porque a curiosidade é grande para que ele cumpra a promessa feita a irmã.

Boy interativo.
Nome: The revelations
Autora: Débora
Classificação: Livre.
Categoria: Outros.
Gêneros: Romance.


Elas faziam uma brincadeira enquanto eu observava tudo escondido. Minha irmã trousse as amigas para cá fazendo uma típica festa do pijama, nossos pais não estavam em casa e ela tinha pedido para eu sair de casa, eu não quis obviamente, e disse que a todo o momento ficaria trancado em meu quarto e ela mal perceberia a minha presença.
Claro eu não cumprir com a promessa, e estou aqui observando minha irmã com as amigas. Elas faziam uma brincadeira interessante, de perguntas, perguntas sexuais. Eu ficava surpreso com as revelações de suas amigas. Eu presto mais atenção em , já tinha descoberto que seu primeiro beijo foi aos 14 anos, que ainda é virgem e que deseja perder a virgindade com a pessoa amada e que ela seja seu único.
Pelo jeito que falava, eu poderia perceber que estava apaixonada e que ela já tem a pessoa certa para isso, o que me faz despertar a curiosidade e raiva. Eu tenho raiva do cara que será o primeiro a toca-la de uma forma tão intima, tenho mais raiva em saber que ela quer que ele seja seu único homem, que seja o certo e para o resto da vida. Na verdade eu tenho uma inveja desse cara, ele terá em mãos a garota mais incrível que conheço.
Vivemos como cão e gato, sempre brigando, mesmo que seja algo bobo, sempre teremos motivos de brigar com o outro, e eu gosto disso, se passarmos um dia sem brigar em sinto um vazio e isso me faz ir atrás dela apenas para irrita-la. Gosto de ver o quanto fica vermelha de raiva, suas bochechas e seu colo são as áreas que mais ficam vermelhas quando esta chateada, e por sua pele ser tão branca a vermelhidão da um grande constate, e isso também acontece quando esta com vergonha. Gosto de vê-la bufar e revirar os olhos quando esta chateada comigo, porque nunca concordo com ela. Às vezes não concordo de propósito, apenas para contraria-la.
Isso sempre foi um tanto obseção minha, desde pequenos assim, e olhe só, hoje já temos 19 anos e continuamos com as mesmas coisas. Sempre brigando. Somos completamente o oposto um do outro, ela é calma, eu já sou meio louco e tenho vantagem nisso, sou a única pessoa que lhe tira do serio. E adoro isso. Mas eu já sou mais romântico, e ela ais fechada em relação a isso, ela diz que é forma de os garotos idiotas não machuca-la então ela não se entrega facilmente. E se algum idiota a machucasse, eu o machucarias com minhas próprias mãos. Só eu posso mexer com ela, só eu posso irrita-la.
- Já percebemos que algum garoto lhe conquistou, então nos conte quem é o sortudo. – minha irmã perguntou a , e isso despertou minha atenção mais uma vez a conversa delas.
E lá estava a garota que admiro e que adoro irritar, toda vermelha mostrando o constrangimento, isso era tão adorável. Não diga que sou safado, mas não pude deixar de olhar para seus seios agora cobertos apenas pelo sutiã já que abriu sua camisa do pijama. E lá estava, aquela área de seu busto totalmente vermelha por estar com vergonha.
- Eu... Eu não gosto ninguém, sabe que não quero ninguém por agora. – ela diz, mas percebo que tenta convencer a si mesma disso.
- , somos todas melhores amigas, vai nos conta quem o sortudo.
- Tudo bem... –ela suspira enquanto fica cabisbaixa. – Essa revelação é um tanto constrangedora, mas, por favor, não fique chateada comigo.
- Não tem porque eu ficar. – diz minha irmã.
- Ok... É... Eu sou apaixonada pelo... Por .
Ela falou tão baixo que por um momento achei ter compreendido errado e cogitei que o que ouvir era impossível. Mas não.
O espanto de minha irmã e suas demais amigas demonstrava que o que eu ouvir era real. Mas eu estava em choque, eu travei ao ouvir meu próprio nome.
- Eu sei eu sou uma idiota por gostar dele, mas eu sou apaixonada por ele desde meus 13 anos, eu fiquei frustrada quando meu primeiro beijo não foi com ele. Mas... Eu não sei explicar o que ele me faz sentir, e eu o odeio por isso.
-Mas... Meu irmão? Vocês vivem brigando, vocês são completamente diferentes.
- Eu sei, talvez seja por isso que goste tanto dele, somos um oposto um do outro, mas é como se fossemos um encaixe perfeito um pro outro. E ele me tira do seio de uma forma insana, não apenas com suas provocações me irritado, mas sim sempre que eu estou perto deles... Aqueles são olhos, seus cabelos negros... Tudo nele me atrai. E aquele sorriso, como se não quisesse nada e fosse inocente, mas na verdade ele quer tudo o que tiver direito. De um jeito tão provocativo. Eu sou completamente louca pelo seu irmão.
Eu ouvia minha irmã e suas amigas comentarem as quão surpresas está e como seria eu e junto. Enquanto eu tento compreender o que sentir com essa revelação.
Após ouvir tal revelação decidir parar de ouvir o papo garotas delas, e fui ao meu quarto. Jogando-me em minha cama eu não paro de pensar em apaixonada por mim.
Eu penso no quanto gosto de sua presença, do quanto gosto de irrita-la e provoca-la, o quanto fico com raiva ao vê-la com outros garotos e o quanto tenho vontade de ficar com ela. Seria paixão? Eu sempre fui romântico, mas... Devo confessar que minhas ex’s namoradas eu não amava,eu não sentia tudo aquilo que todos diziam sentir quando estar com alguém,mas era bom ficar com elas.
Com é diferente, eu quero tê-la ao meu lado, eu tenho ciúmes, eu a desejo, e gosto de tê-la por perto mesmo que estejamos brigando ao ponto de jogar coisas um no outro, ah me lembro uma vez que ela quase me acertou com seu livro, naquele dia eu me assustei, mas no fim eu achei graça de tudo e achei lindo o como ela fica irritada. Eu sou um idiota, sei disso. Olha só as bobagens que fico pensando.
E eu não consigo dormir, tudo isso por causa dela, meus pensamentos não sai dela depois de ouvir sua revelação. Eu só tenho vontade de ir ate ela e dizer o que estou sentindo, isso só pode ser paixão. Mas eu queria me declarar, fazer algo bonito que ela mereça, mas nada me vem em mente a não ser chegar até ela e dizer o que estou sentindo.
Decido me levantar e vou a cozinha, e aqui está ela sozinha de costa para mim bebericando sua água.
- Você namoraria comigo?! - o susto que ela levou não foi pra menos, ela derrubou o copo de vidro fazendo com que cacos do mesmo se espalhasse assim como a pouca água que restava. Mas ela não era a única surpresa, eu mesmo me surpreendo como isso saiu naturalmente, era apenas para ser um pensamento, mas foi dito em bom som.
- Merda! - ela exclama me deixando confuso até que vejo o sangue em seus dedos, não me importo com água e com os vidros espalhados, vou ate ela mesmo estando descalço e olho para o corte, era grande.
- Eu cuido disso.
Fui ao banheiro me odiando por ter dito isso em voz alta, mas voltei para cozinha com a caixa de primeiros socorros e a encontro limpando a bagunça que causou.
- Deixe isso ai, preciso cuidar de seu corte. - me aproximo um pouco mais e pego em sua mão com cuidado. Vou estocando o sangue enquanto ela me observa, e após passar um remédio com algodão com cuidado para não doer, eu faço um curativo.
Eu não olhava para ela, mas tinha certeza que seu olhar estava fixo em mim enquanto fazia seu curativo, isso me deixava um tanto constrangido.
- Pronto, me desculpe pelo susto.
- Tudo bem, obrigada pelo curativo. - ela sorrir daquele jeito adoravel que me facina. - Mas o que você tinha me perguntado?
Engulo em seco, tinha esperança que ela esquecesse o que tinha dito. Mas apenas suspiro e me levanto com a caixinha de primeiros socorros e vou guarda, quando volto a encontro sentada no sofá da sala, me aproximo e a chamo.
- Podemos conversa em meu quarto? Aqui alguem pode acordar.
- Tudo bem. - ela se levanta e me acompanha indo a meu quarto.
Estava tenso e voltei a pensar em inumeras formas de lhe dizer o que estava sentindo, mas nem eu ao certo compreendo o que sinto.
- Por favor, sente-se. - digo e ela se senta em minha cama, eu permaneço em pé encontado na parede e de braços cruzados. - Tenho algo complicado a lhe dizer.
- Complicado?
- Sim, para começar eu ouvir uma conversa sua com minha irmã e suas amigas, e ouvir quando disse que gosta de mim.
Ela ficou tensa e totalmente vermelha, era tão adoravel.
- Vo-você de-deve ter ouvido er-errado.
- Eu sei extamente o que ouvir, quero saber se é verdade.
Ela estava cada vez mais vermelha, não conseguia olhar em meus olhos e por isso nesse momento mechia em suas unhas como se fosse algo interresante. Observava-lhe atentamente enquanto suspirava apreensiva.
- Porque está me perguntando isso? É mais alguma de suas brincadeiras sem graças para me irritar? Qual é dessa vez? Tem cameras aqui para gravar minha reação e depois você mostrar à todos e eu ser zoada?
- Não, claro que não, eu não faria isso?
- Você já fez isso.
Suspiro ao me lembrar na vez que fiz uma pegadinha com ela e gravei tudo, foi bem engraçado e eu mostrei a todos.
- Mas eu vou te dizer o que sinto, primeiramente deixando claro que me sinto como uma idiota por sentir o que sinto por você, justamente você que sempre me odiou e me provocou. Mas não importa o que você faça, parece que quanto mais eu te 'odeio' mais eu gosto de você. Sei que isso é bipolar, mas eu me sinto assim em relação a você. Eu me estresso com suas provocações e brincadeiras de mal gosto, e saio gritando o quanto te odeio e lhe xingando, mas a verdade é que sou louca por você, sou completamente apaixonada por você desde meus 13 anos. Por mais que eu tente te esquecer, por mais que eu saiba que nunca vai ter nada ente nós porque você sim realmente me odeia, eu gosto, eu gosto cada vez mais de você. Não sei que tipo de doença é essa, na verdade sei só não quero assumir para mim mesmo, achava que seria uma paixão passageira, mas não é... E esse sentimento esta cada vez mais presente em minha vida.Isso é insuportável, porque eu te odeio, mas eu te amo. Eu não aguento mais isso, te odiar ao mesmo tempo eu que te quero tanto, apenas te quero ao meu lado, me abraçando, me beijando, me chamando de insuportável e me irritando como sempre fez. E eu tento controlar o que sinto, mas é impossível com você tão presente na minha vida. Porque eu odeio você, mas eu te amo e não quero que me deixe. Que por mais que eu me faça de forte, eu só frágil, e esse meu jeito de ser, é um modo de defesa, de me defender do que sinto por você.
Eu ouvia tudo atentamente, meu coração acelerava a cada palavra dita por ela. Eu tinha certeza que meus olhos brilhava ouvindo suas palavras e os seus brilhavam, brilhavam com as lagrimas que ela predia para não chorar a minha frente.
Aproximei-me dela e olhei em seus olhos.Sem saber exatamente o que lhe dizer eu apenas lhe abracei, lhe abracei forte apoiando minha cabeça em seu ombro, e ela conrrespondeu ao abraço. 
http://24.media.tumblr.com/tumblr_m5zh1jiVIs1qkf1b6o1_500.gif
- Não faz isso comigo >, isso dói.
- Tudo o que eu menos quero é lhe machucar, sei que lhe irrito muito, mas eu sou completamente louco por você e lhe provocar era a forma que sempre tive de lhe ter 'próxima' já que eu sei que uma garota como você nunca iria quer um cara como eu.
- Como eu não iria querer você?
- Ah... - eu me afasto um pouco, apenas que possamos olhar um nos olhos do outro, e estávamos tão próximo que não resistir a olhar para seus lábios, seus lábios tão desejáveis. Suspiro e jogo a cabeça de lado sorrindo tímido. - Você é demais para mim. Você é incrível, é perfeita... Como pode gostar de mim?
- Não sei, mas tem muitas qualidades suas que me chama atenção. Você é romantico, eu não sou, você é inteligente, eu sou mais.
Acabo rindo do que diz, mas devo concordar.
- Sabe... Posso dizer varias qualdades suas que me fizeram se apaixonar, mas... Nada se compara a seu sorriso, eu o amo.
- Eu amo o jeito que você fica vermelha quando te irrito.
- Idiota. - ela diz me dando um tapa.
- Mas...Eu sou louco, louco por você, verdadeiramente, loucamente, profundamente eu estou, totalmente, completamente apaixonado por você... Então... Você namoraria comigo?
- Er... Eu namoraria.
- Então aceita namorar comigo?
- Eu vou pensar.
- Serio? - arqueio uma sobrancelha surpreso com sua resposta. - Isso não tem graça .
- Mas eu preciso pensar.
- Eu digo que te amo e você diz que vai pensar sobre meu pedido de namoro?
- Você não disse uqe me ama, você disse que é louco por mm  e que é apaixonado.
- Então... E-U T-E A-M-O, quer ser minha namorada?
- Você é muito bobo. - ela diz sorrindo e me puxando para um beijo, fui pego de surpreso, mas adorei tal ato. Era um beijo calmo, quente e prazeroso, melhor do que imaginei. Minhas mãos estavam firme em seu quadril juntando mais nossos corpos, enquanto suas mãos firmes em minha nuca. Enquanto nossas linguas estavão em uma maravilhosa guerra. O beijo foi sessando com selinos seguidos que nos fazia sorrir um para o outro, ainda sem acreditar no que acontecia.
Sorrindo um para o outro mais uma vez nos abraçamos. Eu sentia seu perfurme viciante, aquele que eu tanto adoro ao sentir quando ela passa por mim.
- Eu não me importaria em passar o resto da minha vida assim, abraçada a você. - ela diz me fazendo sorrir ainda mais.
-Eu também não me importaria. - olho em seus olhos e acaricio seu rosto. Seu sorriso encantador, seus olhos brilhando, e eu posso dizer que são os mais belo que já vi. - Esta cansada?
- Um pouco... Acho que vou voltar para o quarto e dormir.
- Dorme aqui comigo? 
- Não acha que estamos indo com pressa demais?
- Não... É apenas dormir, eu também ouvir você dizer que era virgem e eu não tenho pressa com essas coisas.  - ela ficou vermelha, do jeito que adoro ver, apenas me aproximei e lhe beijei mais uma vez.- Vamos apenas dormir...
Deito-lhe na cama e continuo lhe beijando, um beijo dessa vez um pouco mais intenso e novamente maravilhoso.
- Boa noite.  
- Boa noite.

http://24.media.tumblr.com/tumblr_m6vgaf4wcn1qdz3mzo1_400.gif

5 comentários:

  1. Continua amo seus imagines bj :3 -lari

    ResponderExcluir
  2. Aaai continua esse imagine! Por favor! Amei

    ResponderExcluir
  3. oh esse não tem contninuação, mas já que pedem verei o que faço.

    ResponderExcluir
  4. Já fez a continuação? Se sim manda o link!!! Por favor !!

    ResponderExcluir

✖ Sugestões e críticas são bem vindas.
✖ Caso o script interativo não esteja pegando, informe, por favor.