Atalho Image Map

quarta-feira, 4 de março de 2015

Imagine Hot - Liam Payne


Este imagine não foi criado por mim.
Créditos: 1Derland



Entrei no elevador do prédio em que eu morava, suspirando cansada logo em seguida. Finalmente após passar onze exaustivas horas fazendo plantão no hospital cuidando e examinando de pacientes, eu havia chegado em meu lar. Assim que adentrei ao apartamento, joguei o meu jaleco do hospital no cabideiro ao lado da porta, e retirei aqueles sapatos brancos dos meus pés rapidamente, jogando-os em qualquer lugar, me sentindo mais confortável.

Já se passavam mais de duas da madrugada, com toda a certeza Liam, meu marido, já estaria dormindo cansado de me esperar. Entrei na suíte e estranhei o fato de não encontrar Liam deitado na nossa cama, foi quando eu escutei um som vindo do banheiro que me parecia bastante familiar. Com cuidado, me aproximei da porta encostando meu ouvido na mesma, tentando confirmar o som que eu suspeitava que era, e arregalei meus olhos em estado de choque. Oh God!

Gemidos altos ecoavam pelo banheiro, acompanhados do som de água se movimentando freneticamente. Fui abrindo a porta o mais disfarçadamente que pude, e me deparei com a cena muito excitante.
Liam estava dentro da nossa banheira, de olhos fechados e testa franzida, com a cabeça apoiada na borda, e com uma de suas mãos massageando seu grande e pulsante membro. Involuntariamente, me senti molhada ao ver meu marido se masturbando na banheira. Eu não culpava Liam por estar se masturbando. Estávamos há quase três meses sem sexo por causa das nossas vidas corridas, eu trabalhando como enfermeira em um hospital, e ele com sua agenda cheia de shows, entrevistas, etc. Sabia o quanto ele estava louco para transar comigo, assim como eu também estava louca para sentir seu corpo em mim.

… — Me assustei quando Liam chamou por mim achando que ele tinha notado a minha presença, mas ele continuava de olhos fechados, soltando gemidos abafados. — Isso, … Ahhh!!! Me chupa gostoso… — Liam jogou a cabeça para trás e gemeu mais uma vez.

Oh! Aquilo realmente estava mexendo comigo, me fazendo molhar mais ainda, e eu precisava fazer algo a respeito logo. Quando eu vi, eu já estava entrando no banheiro e tirando a minha camisa, jogando-a no piso; abri o zíper de minha saia, fazendo um barulho baixo, mas suficiente para despertar Liam de seus movimentos. Balancei minha cabeça em negação, e me ajoelhei ao lado da banheira, enquanto alisava seu peito molhado.

— Eu não sabia que alguém se masturbava pensando em mim, quando eu estou fora de casa. — Falei como se eu não estivesse nem aí, enquanto deslizava minha mão próximo à sua virilha, ignorando o membro todo pulsante e duro submerso à água da banheira.

— Eu… — Liam respirou fundo e depois lançou um sorriso malicioso. — Eu preciso de você, … Ohhh, assim… — Se explicou e gemeu quando eu segurei seu membro e passei o meu polegar pela sua grande que escorria seu pré-gozo. Liam se contorcia sobre as minhas mãos, quando de repente, decidi parar os movimentos, tirei minas roupas íntimas e entrei na água morna e me sentei entre suas pernas. Liam se ajeitou melhor na banheira e abriu mais suas pernas, envolveu seu membro com uma de suas mãos e começou a fazer movimentos para cima e para baixo enquanto me observava, me provocando também.

— Se apoia na borda. — Liam falou e eu demorei um pouco para entender o que ele queria. Me segurei na borda da banheira, ficando de joelhos e empinando minha bunda em direção a Liam.

Ele começou a distribuir beijos molhados por minhas costas, espalhando alguns chupões pelo meio do caminho. Liam foi descendo os beijos e chupões até parar ao chegar a região da minha intimidade. Lá, ele apalpou minhas nádegas com suas mãos e as apertou, após isso, Liam deslizou seus dedos pela minha entrada e começou a me provocar, introduzindo as pontas de dois de seus dedos de forma lenta e retirando logo em seguida de forma mais rápida. Aos poucos os movimentos foram aumentando de velocidade, até que eu já não aguentava mais, eu sentia todo o meu corpo tremer.

— PORRA LIAM!!! — Comecei a rebolar sobre os seus dedos buscando mais contato, quando ele percebeu isso parou com os movimentos. — Porra… Eu tava quase gozando — Falei manhosa.
— Você só vai poder gozar esta noite, em cima do meu pau babe. Agora vem aqui sentar gostoso no meu colinho, vem. — Liam ordenou, e caralho! Sua voz estava rouca, me fazendo ficar arrepiada.

Me aproximei do corpo dele e decidi provocá-lo mais um pouco, agarrei seu pênis, masturbando-o devagar sentindo-o pulsar em minha mão. Desci minhas mãos para a sua base, massageando suas bolas e levei minha boca próxima a sua glande e comecei a chupá-lo com vontade. Um grunido ecoou pelo banheiro, e Liam entrelaçou seus dedos em meus cabelos me conduzindo na velocidade que queria. Seu membro vibrou em minha boca, anunciando a sua chegada, e antes de gozar, Leeyum me puxou para cima e grudou nossos lábios, explorando minha boca que ainda continha vestígios de seu gosto.

— Como sempre fazendo um bom trabalho com essa boquinha. — Sussurrou em meu ouvido enquanto acariciava minha nuca e me conduzia para me posicionar em cima de seu membro, fazendo com que eu me sentasse com as pernas em volta de seu corpo.

Eu sentia a cabeça do seu membro deslizando pela minha entrada por conta de quão molhada eu estava. Quando Liam penetrou todo o seu membro e eu sentia minha intimidade o envolvendo, levei minhas mãos para seus ombros aonde me servia de apoio e eu arranhava-o.
Movi meu quadril de forma lenta, enquanto suspirava com meus movimentos. Liam mordia seus lábios tentando controlar seus gemidos, ele tinha seus braços envoltos na minha cintura e me ajudava a guiar os movimentos. Foi quanto de repente, seu membro roçou em uma região mais sensível dentro de mim, me fazendo gemer alto.

— Ahhh, Liam, de novo… — Liam cravou suas unhas em minha cintura me segurando, e estocou novamente naquela região, me fazendo gemer alto de novo.

Ele concentrou os movimentos por mais um tempo naquela parte, fazendo com que suas bolas se chocassem na minha bunda. Depois de um tempo, seu abdômen começou a se contrair e seu membro ficou mais duro dentro de mim, Liam estava estava segurando o orgasmo desde a hora que eu havia chegado, eu sabia que ele não aguentaria muito tempo.

… Vou g-gozar… Ohhh!!! — Liam tentou dizer mas foi vencido pelo seus gemidos de prazer, me fazendo sorrir. Comecei a rebolar mais forte em seu colo, e poucos minutos depois, ele fincou suas unhas em minha pele e jogou sua cabeça para trás, enquanto atingia o seu orgasmo.

Eu sentia seu líquido me preencher por dentro, enquanto Liam tentava recuperar o seu fôlego. Eu não havia chegado ao orgasmo ainda, então continuei a cavalgar em seu colo, e depois de mais alguns minutos cheguei ao meu clímax, deitando a minha cabeça no ombro de Liam e suspirando.
Enquanto me recuperava, eu notava o quão exausta eu estava, meus olhos estavam pesados e eu precisava dormir para recuperar minhas energias. Liam notando isso, me abraçou e me ajeitou em seu colo para que eu ficasse mais confortável, e logo depois depositou um beijo em minha testa.

— Dorme babe, você precisa descansar — Sussurrou em meu ouvido fazendo com que sua barba ralasse um pouco em meu pescoço. - Eu te amo .

5 comentários:

  1. Que perfeito ��

    ResponderExcluir
  2. Como eu faço pra desfazer uma cagada que eu fiz?
    É que eu marquei por acidente pro site não fazer perguntas adicionais, como meu nome e tals...
    Como eu faço pra reverter isso?

    ResponderExcluir

✖ Sugestões e críticas são bem vindas.
✖ Caso o script interativo não esteja pegando, informe, por favor.